[Periscope] Vamos falar sobre coragem – A Arte da Imperfeição | Brené Brown

O que é ser corajoso para você?
Muitas pessoas confundem coragem com heroísmo, mas será que é só isso?

Veja só um dos trechos que foi lido no Periscope de hoje:

“Quando prestamos atenção vemos coragem todos os dias. Nós a vemos quando alguém pede ajuda. Eu a vejo na sala de aula quando uma aluna levanta a mão e diz “Estou completamente perdida. Não tenho ideia do que vocês estão falando”. Você tem ideia da coragem necessária para dizer “eu não entendi” quando se tem certeza de que todo mundo à sua volta entendeu? É claro que, com meus doze anos de professora, sei que se uma pessoa tem coragem de dizer “estou perdida”, deve haver pelo menos dez alunos que também estão. Eles podem não assumir o risco, mas com certeza se beneficiam da coragem daquela pessoa. “

Dando continuidade ao clube da leitura da Arte da Imperfeição da Brené Brown no Periscope!
Para acompanhar ao vivo me add por lá: @carolinanalon

ps* o vídeo começa de ponta cabeça mas logo normaliza 😉

Carolina Nalon

por Carolina Nalon

Olá! Meu nome é Carolina Nalon e sou uma eterna inquieta que acredita que o mundo precisa de mais autenticidade e empatia. Espero que você encontre muita inspiração nas linhas e vídeos do meu blog. Se quiser saber mais sobre o que eu faço, visite a aba "projetos" desse site ou acesse: tiecoaching.com.br

One thought on “[Periscope] Vamos falar sobre coragem – A Arte da Imperfeição | Brené Brown

  1. Amanda Achour says:

    Boa noite Carol… gostei muito dos Periscopes 1 e 2, estou sempre acompanhando seus vídeos. Vc tem despertado em mim o desejo para fazer a diferença e, isto, tem mudado a minha vida… estou tentando deixar a vergonha e o perfeccionismo de lado (o que sempre me afastou das pessoas) e buscando coragem para fazer pequenas mudanças significativas e ser autêntica onde estou … é uma longa caminhada… um passo de cada vez… 😉
    Quem sabe um dia tenho a coragem de interagir com vc e partilhar das minhas vulnerabilidades… sempre mantive um grande distanciamento das pessoas… e com isso não conquistei muitas coisas… nem amizades… nem nada… e sofro muito com isso…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *