[VÍDEO] O que está feito está terminado

Para você que fica se culpando por não ter feito tudo que poderia ter feito.

Carolina Nalon

por Carolina Nalon

Olá! Meu nome é Carolina Nalon e sou uma eterna inquieta que acredita que o mundo precisa de mais autenticidade e empatia. Espero que você encontre muita inspiração nas linhas e vídeos do meu blog. Se quiser saber mais sobre o que eu faço, visite a aba "projetos" desse site ou acesse: tiecoaching.com.br

3 thoughts on “[VÍDEO] O que está feito está terminado

  1. Isabella Bovendorp says:

    Carol, faz todo sentido!
    Pra mim soou como a graça de viver na realidade, de fazer o que está ao alcance naquele momento, de se reconhecer limitado, ser possível e ser real. Quase um avesso ao perfeccionismo, mas uma honra ao que é de essência do ser humano, de “ser humano”. Às vezes esquecemos que somos humanos,, somos muito severos e exigimos muito de nós mesmos. Como se o que que tivéssemos não fosse o suficiente. Essa imprevisibilidade, esse inédito, e encontrar segurança no meio disso tudo! Realmente acho que é um antídoto contra a ansiedade com certeza, por isso te tranquiliza, traz calma, porque coloca na realidade, nos pés no chão, te faz se sentir especial pelo simples fato de existir. Pra mim também transmitiu essa sensação. Poderia escrever várias outras coisas aqui mas ia ficar enorme hehe! Muito legal mesmo! Adorei!

  2. Michele says:

    Também sinto tranquilidade ao pensar assim Carol. Gratidão! Será como um mantra pra mim daqui pra frente: “o que está feito está terminado!” rsrsrs E tudo bem. Depois a gente continua, sem se cobrar e sem exigir demais da gente mesmo. Amei seu vídeo! Abração!

  3. Ivonette says:

    Carolina, meu primeiro contato com você foi lendo o seu artigo 12 segundos de escuridão na Revista Coaching Brasil. Gostei muito. Foi um convite para refletir sobre aspectos da vida que fazem parte de um todo único. Obrigada por se dispor a compartilhar o fruto da sua inquietação e ‘o que está feito está terminado’. Abraço e minha admiração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *