Não é possível ter controle total das nossas relações

As coisas mais gostosas da vida são as que acontecem no meio das nossas incertezas, coisas que fogem do nosso total controle.

Considere, por exemplo, um relacionamento com alguém que você ama. Você quer que essa pessoa te trate bem, te dê carinho, amor, respeito, etc.

Mas você tem consciência do quão pouco podemos controlar como as outras pessoas vão agir com a gente?

Se queremos tanto ser bem tratados o que será que podemos fazer para receber o que queremos?
Nunca vai existir uma fórmula exata para isso. Esqueça os livros sobre como influenciar pessoas. Nossas relações são muito ricas e complexas para todas essas fórmulas. Até mesmo a CNV que não deixa de ser uma ferramenta para se relacionar melhor, se for usada somente como ferramenta não funcionará. O outro é um universo inteiramente novo diante da gente, precisamos vivência-lo com curiosidade.

Não adianta tentar controlar a forma como os outros se comportam com exigências simplesmente. “Olha, quero que você me dê mais carinho”.

As relações não funcionam assim… E esse é o grande mistério delas.

Se você quer carinho precisa fazer coisas que deixem os outros com vontade de te dar carinho. Eu conheci o Cláudio Thebas esse ano, o cara que inventou o PlayMonday e tem levado centenas de pessoas a brincar pelas ruas mensalmente em várias cidades do mundo. Quando eu perguntei para ele “Cláudio, como você faz as pessoas brincarem?” Ele disse “no PlayMonday a gente não insiste nem implora para ninguém fazer parte da brincadeira. A gente simplesmente começa a brincar e torna a brincadeira algo irresistível para quem está passando”.

Eu suspeito que se queremos que outras pessoas se engajem com a gente de forma genuína, temos que tornar nossa presença irresistível para elas. Temos que ser irresistíveis rsrsrs
Não é fácil eu sei, você já está exausta (o), e só queria receber um pouquinho mais dos outros. Você precisa que alguém te abasteça antes de poder dar mais, né?

Ok. Você tem o direito de estar se sentindo assim.

Mas adivinha? Todo mundo está se sentindo assim também! Nesse paradigma da escassez seguimos cobrando amor e respeito sem entender que amor e respeito genuíno não nascem de cobranças.
Por qual motivo você quer que as pessoas te ofereçam a presença, amor e carinho delas? Só porque você pediu?

Mas aí parece que não é carinho de verdade, né?

Não, as relações não são tão exatas. Não é só cobrar e receber e está tudo certo.
O amor genuíno vai vir desse espaço incerto da relação. Sempre que você recebê-lo será um momento milagroso na sua vida. Janis Joplin diria “get it while you can”.

Cada troca genuína nessa vida é sagrada pra mim.

A única coisa que você pode controlar é o quão irresistível você pode se tornar para as pessoas quererem brincar com você…e ter muita sabedoria para entender e não se esvaziar quando elas não estiverem dispostas para brincadeira.

Para quem nunca viu o PLayMonday:

E para escutar a música da Janis:

FIQUE LIGADO! EM BREVE novas turmas do Caminho da Comunicação Autêntica serão abertas! Programe-se para participar! As aulas começam no início de Março 🙂 Para saber mais inscreva-se na newsletter abaixo.

Carolina Nalon

por Carolina Nalon

Olá! Meu nome é Carolina Nalon e sou uma eterna inquieta que acredita que o mundo precisa de mais autenticidade e empatia. Espero que você encontre muita inspiração nas linhas e vídeos do meu blog. Se quiser saber mais sobre o que eu faço, visite a aba "projetos" desse site ou acesse: tiecoaching.com.br

One thought on “Não é possível ter controle total das nossas relações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *